terça-feira, 22 de janeiro de 2008

A Moda nos Contos de Fadas

Conto de Fadas que se preze tem que ter um belo vestido. Não somente um belo vestido, mas toda uma estória em torno dele, que o torne também um dos personagens mais importantes. Bela Adormecida e Cinderela que o digam. Em ambas as estórias o vestido é motivo de alegria e tristeza, e principalmente, conseqüência de muita mágica.
Na estória da Cinderela todo mundo lembra do sapatinho de cristal, mas o que eu mais gosto mesmo são dos ratinhos reformando o vestido que um dia foi da mãe dela. Uma verdadeira aula de como transformar o velho em novo. Pena que ele é destruído pelas irmãs invejosas. Mas nada que uma fada madrinha não resolva. Ainda bem, porque assim Cinderela ganha um vestido muito mais bonito, além de um sapato que não faz feio nem diante de um Jimmy Choo. Pra princesa nenhuma botar defeito.

Os ratinhos com a mão na massa

Fada madrinha tentando resolver a situação

Final feliz!!!

No caso da Bela Adormecida, que possuía três fadas madrinhas (!!!), o problema é a falta de prática na confecção do vestido, mas nada que não possa ser consertado com uma varinha mágica. A cena em que elas tentam fazer o vestido sem mágica é a melhor de todos os tempos, serve de aula pra qualquer aspirante a estilista. (Quem nunca tentou imitar em casa que atire a primeira pedra). Mas o clássico mesmo é o dilema “rosa ou azul?”, em que as duas fadinhas brigam por suas cores preferidas de vestido.


Aurora em seu modelito sportwear da época


Fadas madrinhas e o presente de 16 anos

Mais um final feliz!!!

5 comentários:

Patricia Lima disse...

Gostei do seu blog. Parabéns.
bjossss

Fê Resende disse...

amei esse post - o "sportswear" é tuuudo!

Marti disse...

E o vestido que o Sabidão faz com corda e um trapo quando a Ariel ganha pernas? Um clássico, pô!

Ana Helena Miranda disse...

Nossa, é mesmo, ela tb ganha um banho de loja depois q conhece o príncipe, não é?

Kitty disse...

Adorei o Blog!!
Parabéns!!